ESET integra iniciativa internacional "No More Ransom"



A ESET foi anunciada como o mais recente parceiro da "No More Ransom". Esta iniciativa visa ajudar as vítimas de ataques de ransomware a recuperar os seus dados pessoais.

Até ao momento, esta iniciativa já ajudou mais de 72 mil vítimas em todo o mundo.

Com os seus 130 parceiros, o portal online "No More Ransom" hospeda um conjunto de 59 ferramentas de desencriptação gratuitas de vários fornecedores de software de segurança, abrangendo 91 famílias de ransomware. Utilizadores de todo o mundo podem aceder às ferramentas gratuitamente de modo a que consigam recuperar os seus dados mantidos como reféns por ataques de ransomware.

Disponibilizadas desde 2016, as ferramentas de desencriptação "No More Ransom" conseguiram até agora evitar a extorsão de cerca de 22 milhões dólares por parte de cibercriminosos.

Faz muito tempo que a ESET ajuda as vítimas de ransomware a recuperar dados encriptados, já que as suas ferramentas de desencriptação, foram já descarregadas mais de 250.000 vezes. A partir de agora, duas dessas ferramentas também estarão disponíveis para um público maior através da plataforma gratuita, centralizada e fácil de usar do "No More Ransom".

O ransomware cresceu e tornou-se numa das maiores ameaças virtuais enfrentadas por empresas e consumidores, e a ascensão do GandCrab e SamSam em 2018 mostrou como a ameaça continua em crescente e a adaptar-se. Um relatório revelou recentemente que 40% de todos os ataques bem-sucedidos baseados em malware envolvem ransomware.

O projeto "No More Ransom" reconhece que a luta contra o ransomware exige um esforço conjunto, e o envolvimento da ESET representa o seu compromisso contínuo de parceria com a polícia para combater o cibercrime e permitir que todos desfrutem de tecnologias mais seguras.

A ESET já colaborou com as agências de segurança pública em grandes remoções de infraestrutura maliciosa, incluindo a interrupção da família de malware Gamarue.

Essa colaboração global entre os setores público e privado envolveu a Microsoft, o FBI, a Interpol e a Europol. A ESET também trabalhou com várias organizações internacionais para descobrir a Operação Windigo, uma operação cibercriminosa que envolveu o controlo de dezenas de milhares de servidores Unix. E, mais recentemente, fez uma parceria com órgãos de segurança pública e com o Google a propósito da 3ve, uma importante operação de fraude de anúncios on-line.

A parceria mais recente da ESET continuará com seu compromisso de colaborar com os parceiros da lei e da indústria para criar um mundo digital mais seguro.


retornar ao blog

03

01

2019

126

Visualizações

13

:

6

Precisando de ajuda?

Se você ainda tem dúvidas sobre qual produto escolher, um consultor está pronto para atendê-lo.

(011) 2146-7999